Vamos viver o Jubileu de 25 anos? Entenda tudo sobre o Projeto

Please wait while flipbook is loading. For more related info, FAQs and issues please refer to documentation.

Por Padre José Adalberto Vanzella 

Entre os anos de 2015 e 2019, como uma primeira grande iniciativa do episcopado de Dom José Carlos Chacorowski, a diocese de Caraguatatuba desenvolveu o “Projeto Construindo Comunhão”, sob a coordenação do Padre Mauro Ramos. Depois que concluímos e avaliamos este projeto, ficou claro que ele contribuiu muito para o crescimento da diocese em todos os sentidos e que seria de grande importância a realização de um novo projeto nos mesmos moldes que este.

Assim, começamos a elaborar um novo projeto, mas com a mesma estrutura, ou seja, um projeto que seria realizado num período de cinco anos temáticos e que contemplaria os âmbitos da Palavra, Liturgia, Caridade, Missão e Organização, porém voltado para a celebração do Jubileu de Prata da diocese de Caraguatatuba. Assim nasceu o “Projeto Rumo ao Jubileu, que foi aprovado na Assembleia Diocesana de Pastoral de 2019 para ser desenvolvido durante os anos de 2020 a 2024.

O “Projeto Construindo Comunhão teve como inspiração os âmbitos da ação pastoral e evangelizadora, ou seja, a pessoa, a comunidade e a sociedade. O “Projeto Rumo ao Jubileu já foi inspirado nas virtudes teologais, ou seja, a fé, a esperança e a caridade, com a finalidade de dar razões para a ação pastoral e evangelizadora na diocese, vinculando a ação pastoral e evangelizadora à ação divina já que as virtudes teologais nos são concedidas pelo próprio Deus e se constituem no princípio de todas as demais virtudes necessárias para o agir evangelizador e pastoral.

Assim, o ano de 2020 foi dedicado à introdução ao projeto como um todo, ao desenvolvimento das estruturas necessárias e à capacitação dos agentes de pastoral para que os trabalhos fossem desenvolvidos nos anos seguintes.

Também foram propostas iniciativas no sentido de melhoria nas estruturas e na organização da diocese como a elaboração do Diretório Diocesano para os Sacramentos, o reavivamento da Caritas Diocesana, a criação da Comissão Diocesana de Justiça e Paz e a criação do Conselho Diocesano de Leigos e Leigas. Também foi pensada na construção da nova Cúria Diocesana e na dedicação da Catedral do Divino Espírito Santo.

O desenvolvimento do projeto foi extremamente prejudicado por causa da pandemia da Covid 19 e as suas consequências para a vida eclesial como o fechamento das Igrejas, o falecimento do Padre André Ouriques, que conduzia a elaboração do Diretório para os Sacramentos, e do Diácono Renato, que trabalhava na comissão para a organização da diocese, além da suspensão de inúmeros eventos presenciais necessários para o seu bom andamento.

Mas à medida em que a vida está voltando à normalidade, precisamos retomar o Projeto Rumo ao Jubileu, a fim de que possamos ainda colher muito dos seus frutos e reavivar ainda mais a nossa diocese. Mas também é claro para nós que a avaliação final do projeto vai apresentar problemas não superados e lacunas não preenchidas e a necessidade de um novo projeto diocesano para a evangelização e a pastoral. Mas precisamos continuar de cabeça erguida e empenhados na sua realização, pois ele muito contribui para os nossos agentes de pastoral, as nossas paróquias, as nossas pastorais, os nossos movimentos, as nossas forças vivas e para a Igreja Particular de Caraguatatuba.

Papel das Comissões 

Estamos no ano de 2022 e o nosso Projeto Jubileu apresenta para nós alguns passos e iniciativas importantes que devem ser desenvolvidos pelas Comissões.

Como já vimos em artigos anteriores, temos as comissões voltadas para os três âmbitos pastorais que são a Comissão da Palavra, a Comissão da Liturgia e a Comissão da Caridade. A Comissão da Palavra tem como responsabilidades os Círculos Bíblicos, a Leitura Orante da Bíblia e a promoção de um Curso sobre os Atos dos Apóstolos. A Comissão de Liturgia tem como referência os sacramentos da Confissão e Unção dos Enfermos, devendo promover a elaboração das normas para a celebração desses sacramentos que farão parte do Diretório dos Sacramentos da Diocese. A Comissão da Caridade tem como responsabilidade a estruturação da Pastoral do Meio Ambiente na diocese e em todas as paróquias e a promoção de cursos sobre a Carta Encíclica Laudato Si, do Papa Francisco, sobre o cuidado da Casa Comum.

Temos ainda a Comissão para as Missões que deve promover o Ano Missionário Vocacional e os cursos sobre a Exortação Apostólica Evangelii Gaudium, do Papa Francisco sobre o anúncio do evangelho no mundo atual. Por fim, a Comissão para a Organização da diocese deve promover a otimização dos CPPs, Cursos de Planejamento Pastoral e a Criação da CDJP (Comissão Diocesana de Justiça e Paz).

Confira mais detalhes sobre o projeto que vive o ano da Esperança na entrevista com o Padre Vanzella:

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
X